Vacinas contra o COVID-19
e pessoas com epilepsia

https://www.ilae.org/patient-care/covid-19-and-epilepsy/covid-19-vaccines-and-people-with-epilepsy

No Brasil, a vacinação contra a COVID-19 está sendo realizada com duas vacinas aprovadas para uso pela Anvisa.

A CoronaVac (Instituto Butantã), uma vacina de vírus inativado, e AstraZeneca (Oxford/Fiocruz) que é uma vacina de vetor viral.

 

Pessoas com epilepsia têm maior risco de efeitos adversos?

Até o momento, não há evidência de que a epilepsia esteja associada a um maior risco de efeitos adversos com as vacinas contra a COVID-19.

Para pessoas com epilepsia, o risco de infecção por COVID-19 e complicações potenciais superam em muito o risco de efeitos colaterais da vacinação.

 

Pacientes com epilepsia agravada pela febre podem ser vacinadas?

Pode ocorrer febre após a vacinação, sendo que nos pacientes predispostos a crises durante febre (por exemplo, crianças com Síndrome de Dravet) pode haver diminuição do limiar epileptogênico com a ocorrência de crises epilépticas.

Os antipiréticos (paracetamol, acetaminofeno, por exemplo), tomados regularmente por 48 horas após a vacinação (ou durante a febre), poderão minimizar este risco.

 

Cuidados Gerais

Antes de receber a vacina COVID-19, informe que você tem epilepsia, bem como quaisquer outras condições médicas importantes, tais como:

- Alergias, especialmente uma alergia a qualquer componente da vacina

- Reações alérgicas a vacinas anteriores (por exemplo, vacina contra gripe)

- Febre ou infecção atual ou recente

- Todos os medicamentos em uso, especialmente medicamentos que suprimem o sistema imunológico (por exemplo, medicamentos imunomoduladores ou imunossupressores) ou anticoagulantes.

- Se você está grávida ou amamentando, ou planeja engravidar

Como qualquer vacina, você não deve receber a vacina contra a COVID-19 se for alérgico a algum de seus componentes.

Não deve receber uma segunda dose se teve uma reação alérgica à primeira dose.

 

E depois da vacina...

Se você já recebeu a vacina contra a COVID-19, é importante continuar usando máscara e manter o distanciamento social.

As vacinas atuais reduzem o risco de contrair a infecção por COVID-19 em até 90%, mas as pessoas vacinadas ainda podem transmitir COVID-19 a outras pessoas não vacinadas.

 

Parceiros

PLATINUM
DIAMANTE
OURO
APOIO
APOIO
APOIO
PLATINUM
DIAMANTE
OURO
APOIO
APOIO
APOIO

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.