• Youtube

Seja bem vindo!

Conheça nossas mídias sociais

Tudo sobre Epilepsia

Indique este site

Saiba como agir e ajudar uma pessoa durante uma crise de epilepsia

Um dos principais problemas enfrentados pelas pessoas com epilepsia está relacionado às crises convulsivas, que podem ser imprevisíveis e alar mar quem está por perto.

medica-lbeO preconceito, ainda hoje constante, pode ser atribuído basicamente a dois fatores: a desinformação e a dificuldade em lidar com as diferenças”, afirma a Profª Drª Laura Guilhoto, neurologista, presidente da Associação Brasileira de Epilepsia (ABE) e responsável pelo Ambulatório Infantil da Unidade de Pesquisa e Tratamento da Epilepsia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Essa imprevisibilidade de crises em alguns casos, segundo ela, pode colocar a pessoa em situações embaraçosas, como por exemplo, no local de trabalho. Porém, ao mesmo tempo em que pode ser desconfortável, ter alguém por perto pode ser de grande valia para pacientes nesta condição. “Caso o indivíduo tenha muitas crises em seguida, ou seja, apresente uma condição médica de emergência chamada ‘estado de mal de epiléptico’, pode apresentar piora do seu quadro por complicações adicionais”, afirma a médica. Além disso, alguns mitos como segurar os braços, a língua ou dar água a alguém durante uma crise podem agravar a situação.

No Brasil, o número de pessoas com epilepsia pode chegar a 3 milhões.

Segundo Eduardo Caminada Jr, fundador da associação Viva com Epilepsia e que convive com a doença há mais de 40 anos, o principal ponto durante uma crise é manter a calma e esperar que a pessoa se recupere sozinha, para então oferecer ajuda. “Quando estamos em crise e notamos alguém fazendo alguma manobra errada, ficamos mais nervosos e a crise pode piorar. Depois que a pessoa se recupera, é comum ela se sentir desorientada, cansada. É importante que este momento, seja oferecida ajuda para que ela retome o caminho ou atividade em que estava trabalhando”, comenta.

Conheça os sete principais passos para ajudar alguém durante uma crise epiléptica, de acordo com a Associação Brasileira de Epilepsia:

1. Mantenha a calma;
2. Coloque a pessoa deitada de lado com a cabeça elevada;
3. Remova da área objetos perigosos com os quais a pessoa possa se ferir;
4. Não introduza nada em sua boca e não prenda sua língua com colher ou outro objeto – Não existe perigo do paciente engolir a língua;
5. Não dê nada para a pessoa beber ou comer;
6. Aguarde a respiração do paciente se normalizar e ele querer se levantar;
7. Chame uma ambulância caso a crise dure muito tempo, seja seguida por outras crises ou caso a pessoa não recupere a consciência.

  • Receba por e-mail nossas novidades